Desperte a paixão pela Matemática dentro de casa

29/08/2018

“Matemática é para ser divertida, não é para assustar os alunos. Mas existe um tipo de fobia. As pessoas acham que é difícil, mas não é!”, afirma Hossein Behforooz, professor iraniano que leciona desde 1987 na Universidade Utica College, nos Estados Unidos. 

 

 

Observe bem e vai perceber que a Matemática está presente em diversas situações do cotidiano: nas formas dos objetos, na escola, em casa e nas brincadeiras. Seu desenvolvimento está ligado ao interesse por descobrir o novo, investigar situações. É a ciência do raciocínio. Aliás, instigar a curiosidade é o primeiro passo para despertar o interesse pela Matemática.

 

Mas afinal, como tornar a Matemática menos intimidadora e mais atraente?

 

Existem várias propostas para estimular crianças e jovens a desenvolverem habilidades, para que se familiarizem, proponham e resolvam problemas e que colocamos em prática aqui no Colégio Atlântico. Confira algumas:

 

  • Aulas online;

  • Vídeos;

  • Competições de estudantes;

  • Olimpíadas.

 

Percebeu que muitas destas alternativas podem ser aplicadas em casa? É isso mesmo, a Matemática em casa pode ajudar muito. Aliás, o estímulo da matéria é tão benéfico quanto o estímulo à leitura.

 

De acordo com a doutora Susan C. Levine, professora do Departamento de Psicologia da Universidade de Chicago, que estuda há muito tempo o interesse de crianças e adolescentes pela Matemática, desenvolver alguns conceitos matemáticos em casa ajuda as crianças no desempenho desta disciplina na escola. De forma geral, a maior parte de nós acredita que o aprendizado da matéria é restrito ao ambiente escolar e a família pode contribuir pouco para isso. Essa conclusão é totalmente equivocada, segundo o estudo conduzido pela professora.

 

 

 

O experimento utilizou um aplicativo que trabalhou de forma lúdica e simples alguns conceitos matemáticos em crianças. Ele apresentava atividades com números, formas geométricas, noções de espaço, de fração, probabilidade, entre outros. Foi desenvolvido, inclusive, para ser usado por pais com pouco domínio da matéria.

 

Entenda o estudo

 

As famílias foram divididas em dois grupos. O primeiro composto por 420 famílias que usaram o aplicativo matemático, e o segundo composto por 167 famílias que usaram um iPad para ler historinhas para seus filhos. Essas historinhas não tinham qualquer conteúdo numérico ou espacial para não interferir nos resultados.

 

Durante um ano as famílias utilizaram ou o aplicativo matemático ou o iPad com atividades de leitura e o conhecimento matemático das crianças dos dois Grupos foi monitorado por pesquisadores treinados para tal.

 

O primeiro grupo de crianças, que desenvolveu com seus pais atividades relacionadas à matemática, teve um desempenho muito melhor em matemática que as crianças do segundo grupo, que trabalharam a leitura. O melhor desempenho em matemática foi proporcional ao número de vezes em que o aplicativo foi utilizado, ou seja, nas famílias que usaram-no poucas vezes, o desempenho foi bem menor do que nas famílias que usaram muitas vezes o aplicativo na mesma semana.

 

Em conclusão, esse estudo demonstrou de forma prática e empírica que é possível, dentro da própria casa, desenvolver habilidades matemáticas em crianças, através da interação com os pais.

Fica aqui, portanto, o desafio para que as famílias invistam nas várias ferramentas disponíveis para estimular a performance dos filhos na área. Quem sabe o seu filho não pode ser o próximo Artur Avila, ganhador da Medalha Fields (o Oscar da matemática) em 2014!

 

E aí, que tal começar a praticar essas atividades em família?

 

 

 

Please reload

Colégio Atlântico

Tel: 47 3368.4756 / 3368.4412

WhatsApp: 47 99215-0479

secretaria@atlanticoeducacional.com.br

Rua 260A nº388

Meia Praia

Itapema-SC

whatsapp-colégio-atlântico