Tel: 47 3368.4756 / 3368.4412

WhatsApp: 47 99215-0479

secretaria@atlanticoeducacional.com.br

Rua 260A nº388

Meia Praia

Itapema-SC

whatsapp-colégio-atlântico

Uma reflexão sobre a nova educação

25/04/2019

Discussões sobre educação vem à tona com força total sempre que um novo governo começa, quando alguém tem um filho ou quando se fala sobre o futuro. Na maioria das vezes, o tom da conversa é totalmente voltado ao conhecimento acadêmico, ou seja, ensino e escola. É preciso ampliar esse debate, porque a educação vai muito além.

 

 

Na concepção do filósofo Immanuel Kant, o homem só se constitui homem, de fato, através da educação. Pelo "princípio kantiano", a educação é uma forma de ética. Assim como as artes, a filosofia e a literatura, ela é aquilo que fazemos a cada dia, sempre que colocamos em prática nossas teorias relativas à formação das pessoas no seu encontro com o conhecimento. A educação sistematiza a apropriação de conhecimento, mas também desenvolve habilidades que possam contribuir para o desenvolvimento integral do ser humano de modo a ampliar sua visão do mundo.

 

No próximo dia 28 se comemora o Dia da Educação. Que tal aproveitar a data e usar a perspectiva de Kant para refletir sobre uma mudança de paradigma vivenciada na atualidade. Como será a educação no futuro? Nossos filhos devem ancorar suas competências em méritos acadêmicos ou no currículo? Quais serão as aptidões necessárias? A roda está girando!

 

Nos países desenvolvidos, as habilidades pessoais ganharam muito valor nos tempos recentes.

 

Pensemos de forma pragmática: de que adiantaria ter à sua disposição um “crânio” em pedagogia se a pessoa jamais colocou os pés em uma sala de aula, ou não tem nenhuma aptidão social para compartilhar seu conhecimento? É justamente isso que os RHs mundo afora têm notado: há coisas que não se aprendem na escola.

 

A boa comunicação, por exemplo, é essencial. Pessoas que se expressam com clareza e falam de maneira articulada tendem a ter mais sucesso. Outra necessidade no dia a dia, como sabemos, é a resolução de problemas que surjam de forma inesperada. Conflitos são comuns – e, muitas vezes, é necessário ter serenidade para lidar com alguns – e, aqui, os recrutadores têm utilizado de testes envolvendo raciocínio lógico e criatividade para saber como os profissionais lidam com situações que fogem à regra.

 

Ser organizado, saber se planejar e ter foco também é essencial. Por fim, vivemos tempos em que respeitar a opinião alheia é ouro. Não existe espaço para extremismo no ambiente profissional: o respeito pela diversidade – e isso envolve culturas, gêneros e religiões – é algo que os RHs também prezam. É, afinal, uma tendência natural do mundo em que vivemos. Empatia, respeito e ética. Fica a reflexão!

 

 

 

 

 

Please reload

Colégio Atlântico