Tel: 47 3368.4756 / 3368.4412

WhatsApp: 47 99215-0479

secretaria@atlanticoeducacional.com.br

Rua 260A nº388

Meia Praia

Itapema-SC

whatsapp-colégio-atlântico

Aposte em férias culturais com as crianças

24/05/2019

O mês de julho logo chegará e as crianças já estão ficando ansiosas com a programação deste ano. Temos uma sugestão: se sua família for viajar, que tal dar aos pequenos um sabor da cultura local enquanto aproveitam as férias? Quando as crianças entendem o destino, a viagem se torna ainda mais inesquecível e enriquecedora. Vamos explicar porque isso é tão importante.

 

A cultura pode ser considerada como o elemento maior que difere uma nação ou região da outra. Os costumes, a música, a arte e o modo de pensar e agir fazem parte da cultura de um povo e devem ser preservados. A palavra cultura deriva do latim, ‘colere’, que tem como significado literal ‘cultivar’. Partindo desse princípio, percebemos que se trata de uma herança acumulada ao longo dos anos que deve ser preservada.

 

A identidade cultural, em níveis diferentes, constrói a consciência do povo. Isso ocorre devido à necessidade de comunicação, e aquele que se comunica o faz por meio de certos meios e formas. Um dos objetivos de democratizar a cultura é aumentar o acesso aos bens culturais que já existem, possibilitando que as pessoas possam desenvolver o seu próprio modo de ser e participar da comunidade como um todo.

 

 

Globalização

 

Certo, mas por que isso é importante para o meu filho? Porque com a chegada da globalização e o aumento do número de nações multiculturais, tornou-se imperativo olhar com atenção para a relação entre o desenvolvimento das crianças e a cultura, uma vez que as culturas moldam as experiências das crianças, exercendo grandes influências.

 

Essa influência acontece sob diversos aspectos. As experiências de aprendizado de uma criança que vive em uma cultura sem sistema de educação oficial são moldadas pela sua participação ou sua observação dos adultos praticando atividades culturalmente pertinentes.

 

A cultura desempenha também um papel no desenvolvimento sócio emocional, estimulando ou desencorajando certos comportamentos. Por exemplo, brincadeiras de faz-de-conta são muito menos comuns para as crianças de países orientais, como a Coréia, que para as crianças ocidentais. Quando as crianças de culturas orientais participam nesse tipo de brincadeiras, elas personificam normalmente um membro da família, e raramente fazem de conta que são personagens de contos de fadas.

 

Existem também diferenças de temperamento entre as culturas. As crianças em idade pré-escolar da Coréia e da China tendem a serem mais ansiosas, introvertidas e retraídas, e menos sociáveis que seus pares da Europa ocidental. Enquanto que, nas culturas ocidentais, o comportamento introvertido de uma criança está associado a um risco de relações complicadas com seus pares e de problemas de interiorização (por exemplo, solidão e depressão).

 

O sentido da amizade difere também entre as culturas. Em países como Cuba e a Coréia, onde as amizades representam um indicador de sucesso, as crianças em idade escolar relatam relações mais estreitas com seus pares que as crianças norte-americanas. As crianças de culturas orientais utilizam também a indiferença para resolver conflitos com amigos, enquanto que as crianças ocidentais preferem negociar com seus pares.

 

Na verdade, o fortalecimento cultural pode melhorar o aprendizado e o desenvolvimento das crianças, da mesma forma que a saúde mental e física. Sendo assim, é fundamental vivenciar outras culturas com as crianças e ensiná-las a respeitar e interagir com elas. 

 

 

Vamos ajudar vocês, papais, sugerindo formas de introduzir um pouco de cultura na vida dos seus filhos nas próximas férias:

 

Arte e artesanato

 

As artes e o artesanato inspiram a criatividade e também ajudam a criar empatia pelas diferenças culturais. Consulte o assistente do hotel, um agente de viagens ou procure no TripAdvisor feiras de artes locais, eventos de artesanato para crianças ou artesãos regionais que abrem suas lojas para visitantes ansiosos por aprender sobre a cultura.

 

Aula de Culinária

 

Fazer uma aula de culinária onde seus filhos aprendem a preparar pratos típicos locais é uma maneira fantástica de descobrir mais sobre a herança e a cultura da região que você está visitando. Muitos hotéis e resorts oferecem aulas de culinária para crianças ou dão cursos particulares. Procure cursos que incluam uma visita a um mercado para que seus filhos possam se envolver na escolha dos ingredientes.

 

Música e dança típica

 

Assistir a apresentações de música e dança locais dá às crianças (e aos adultos) uma ideia das tradições, da cultura e da história da região. Faça aulas de tango na Argentina, por exemplo, assista a uma apresentação de flamenco na Espanha ou de haka, uma dança de guerra tradicional da Nova Zelândia.

 

 

Lugares onde as pessoas realmente vivem

 

Todos os viajantes querem visitar as grandes atrações. Em vez disso, leve seus filhos para brincar onde as crianças locais se reúnem. Visite centros comunitários distantes dos destinos turísticos, parques de bairro, participe de atividades esportivas locais. Por exemplo, se você puder encontrar um jogo de equipe será outra ótima maneira de imergir seus filhos na cultura da região.

 

Hotel com programa infantil cultural

 

Historicamente, clubes e atividades infantis em hotéis geralmente incluíam atividades comuns como decoração e pintura de bolinhos. Agora, muitos hotéis e resorts lançaram programas para crianças que lhes dão a oportunidade de explorar as riquezas culturais de um destino.

 

Procure uma propriedade que ofereça atividades imersivas, que leve os pequenos para conhecer os arredores – pode ser uma visita à praia para aprender sobre a vida no oceano ou a um mercado, museu ou outro local cultural.

 

 

→ CURIOSIDADE

 

Durante muito tempo, o termo CULTURA foi estudado e acabou sendo dividido em algumas categorias:

 

Cultura segundo a Filosofia: trata-se de um conjunto de manifestações humanas, de interpretação pessoal, e que condizem com a realidade.

 

Cultura segundo a Antropologia: o termo deve ser compreendido como uma soma dos padrões aprendidos, e que foram desenvolvidos pelo ser humano.

 

Cultura Popular: associa-se a algo criado por um determinado grupo de pessoas que possuem participação ativa nessa criação. Música, arte e literatura são exemplos que podem ser utilizados.

Please reload

Colégio Atlântico