Tel: 47 3368.4756 / 3368.4412

WhatsApp: 47 99215-0479

secretaria@atlanticoeducacional.com.br

Rua 260A nº388

Meia Praia

Itapema-SC

whatsapp-colégio-atlântico

Seu filho está preparado para o futuro?

02/11/2018

Quando o assunto é educação, precisamos ficar de olho no futuro, atentos ao que espera nossos filhos e netos lá na frente para prepará-los adequadamente. É não se trata de fazer ‘futurologia’, mas, sim, observar o que se desenvolve hoje em universidades, laboratórios e grandes empresas para vislumbrar como será o mundo nas próximas décadas.

 

 

Esse exercício de olhar para frente é primordial porque dificilmente o conteúdo que um aluno aprende na escola, hoje, será tão relevante no momento em que ele se formar na faculdade. Estudo da Universidade de Oxford aponta que 47% dos trabalhadores serão eliminados nos próximos 20 anos, o que nos obriga a repensar o futuro das crianças. A tecnologia avança a cada dia e, acredite ou não, os computadores do futuro não serão mais digitais e os códigos de software estão desaparecendo ou perdendo relevância.

 

É muita informação, certo? Mas é isso mesmo! O mundo muda a cada batida do relógio e precisamos acompanhar essa dinâmica. Para você ter uma ideia do que virá, confira as 10 tecnologias apontadas pelo Fórum Econômico Mundial como sendo algumas das mais promissoras para os próximos 30 anos:

 

1. Inteligência artificial

2. Carros autônomos

3. Produtos impressos em impressoras 3D

4. Tráfego de internet proveniente de dispositivos automatizados

5. Órgãos impressos em 3D

6. Supercomputador do bolso

7. 80% da população presente na internet

8. Óculos de leitura conectados

9. Smartphones implantados no corpo

10. Roupas inteligentes

 

 

Para não perder o trem da história, precisamos começar a entender melhor de alguns assuntos, como sistemas, por exemplo. Os assuntos que aprendemos na escola foram quase sempre estáticos, baseados em fatos. Isso mudou! Os próprios computadores também serão diferentes, menos fundamentados em uns e zeros e mais em leis quânticas ou no cérebro. 

 

Desta forma, as crianças precisam aprender menos sobre como as coisas são hoje e mais sobre os sistemas nos quais as tecnologias futuras serão baseadas, como a dinâmica quântica, a genética e a lógica do código.

 

Mas ainda que as máquinas estejam assumindo muitas tarefas, há algumas coisas que elas nunca farão. Habilidades de design, por exemplo, devem ter alta demanda por décadas, à medida que a produção básica e os processos analíticos são cada vez mais automatizados. Com o advento da inteligência artificial e da realidade virtual, nossas experiências com tecnologia se tornarão muito mais imersivas e isso aumentará a necessidade de um bom designer.

 

O mesmo ocorre com a comunicação. A educação há anos tem focado em temas ligados à ciência, tecnologia, engenharia e matemática. No entanto, a capacidade de comunicar ideias de forma eficiente está se tornando uma habilidade altamente valorizada. Então, aprender matemática e ciências é tão importante quanto estudar literatura, história e filosofia.

 

Outro grande diferencial será a habilidade de trabalhar em grupo. Tradicionalmente, o trabalho escolar tem sido baseado em realizações individuais. Você estudava em casa e fazia provas para ser aprovado ao próximo semestre. Fomos ensinados a ser responsáveis ​​por nossos próprios méritos. No entanto, mesmo trabalho de alto valor hoje está sendo feito em equipe e isso aumentará à medida que mais empregos forem automatizados.

 

Na verdade, os empregos do futuro não dependerão tanto do conhecimento de fatos, mas envolverão humanos colaborando com outros seres humanos para projetar trabalhos para máquinas. Sendo assim, precisamos prestar atenção não apenas ao modo como nossos filhos se desenvolvem academicamente, mas também como eles resolvem conflitos e fazem com que os outros se sintam apoiados. Fica a reflexão!

 

 

 

Please reload

Colégio Atlântico