Cidadania faz parte da formação e vem de casa

10/07/2018

A Copa do Mundo terminou para os brasileiros, mas em breve teremos uma razão ainda maior para nos unirmos pelo bem comum: as Eleições. Mesmo que seu filho não goste de futebol e ainda não tenha idade para votar, o momento é de aprendizado para ele também.

 

Nas duas situações, os brasileiros se unem em torno de algo que mexe com o futuro de todos. Conquistar o hexacampeonato não é tão importante quanto definir os rumos do país pelos próximos quatro anos, mas mobiliza a população de forma positiva e nos faz lembrar que somos todos parte de uma mesma sociedade e o que afeta um de nós, afeta o todo. E o principal: nem sempre temos o resultado que esperamos! 

 

Trocando em miúdos, o que queremos dizer é que o exercício da cidadania deve ser ensinado desde cedo, dentro de casa. Formar filhos cidadãos faz com que os adultos de amanhã contribuam de forma positiva com a sociedade, que tenham bom comportamento, demonstrem respeito e tenham uma boa formação.

 

 

Diante do mundo em que vivemos este é um desafio e tanto, certo? Mas não é impossível. Especialistas dizem que a primeira noção de cidadania a ser passada a um filho é fazê-lo entender que não é o único centro de interesses da família.

 

Quando bebês, eles são prontamente atendidos quando têm uma necessidade. Entretanto, com o crescimento é fundamental ensinar à criança que ela não é o centro único de interesses da família, mas que convive em um sistema familiar, onde as necessidades e os desejos dos outros têm sua vez. E a melhor maneira de fazer isso é através do exemplo. Confira algumas dicas para contribuir na formação do seu filho:

 

 

Mostre pelo exemplo

O primeiro fator e o mais importante para tornar os filhos um bom cidadão é o exemplo. Está mais do que provado que as crianças aprendem mais por observar e imitar o que os adultos fazem, do que pelos conselhos que são dados.

 

Ensine em casa

Por mais que a escola tenha suas responsabilidades, o papel primário de educar os filhos é dos pais e esta atividade não deve ser delegada a ninguém. Além de ensinar pelo exemplo, oriente o seu filho, amplie as suas interações e veja como ele vai se comportando.

 

Ouça o seu filho

Você conversa com o seu filho? Você pede e respeita a sua opinião? Para tornar o seu filho cidadão, é necessário que ele aprenda a conviver com o diferente, com a divergência, e aprenda a argumentar. Este primeiro passo deve partir de você.

 

Determine limites

É muito comum os pais quererem oferecer aos filhos tudo o que não tiveram, dando praticamente tudo o que eles pedirem. Isso é muito perigoso, pois pode deixar as crianças mimadas e sem controle. Ao ensinar cidadania para crianças elas precisam entender que existem limites, que nem tudo está à sua disposição.

 

Deixe que participem das decisões

Diversas decisões cotidianas podem ter a participação da família. Por exemplo, onde vão passar as férias? O que irão fazer no final de semana? Qual filme vão assistir no cinema? Quando as crianças participam das decisões elas aprendem a colaborar e a aceitar quando o voto é democrático e vai contra a sua opinião.

 

Vantagens de formar um filho cidadão:

  • Sensação de dever cumprido dos pais;

  • Melhores relações familiares;

  • Redução de criminalidade;

  • Melhores relações na comunidade;

  • Contribuições sociais e ambientais para formar uma sociedade mais justa.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Please reload

Colégio Atlântico

Tel: 47 3368.4756 / 3368.4412

WhatsApp: 47 99215-0479

secretaria@atlanticoeducacional.com.br

Rua 260A nº388

Meia Praia

Itapema-SC

whatsapp-colégio-atlântico